Pesquisar material escolar

Incrível como muitas manchetes nas bancas ou na TV chamam a atenção do consumidor para as dificuldades em comprar aqueles itens malditos que a escola da garotada pede anualmente. O mais incrível é perceber que, igual ao IPVA, IPTU e outras despesas dessa época, não há novidade alguma nisso.

Mais impressionante ainda é a desfaçates de todos os elos dessa corrente mesquinha: colégios insistem em pedir coisas do arco da velha, como papel camurça, papel celofane, papel crepom… O pior é chegar na papelaria do bairro e dar de cara com o safado do gerente – aquele que cobra dois reais num apontador de cinquenta centavos.

Pesquisar é tudo – Talvez falte tempo, mas é fundamental pesquisar bem. O melhor dos mundos é checar os preços em três ou quatro lojas. Feita a cotação, é partir pra barganha: converse com o gerente de uma e diga: “ei, esse caderno de brochura está mais barato no bazar do Samir. O que você pode fazer por mim?”.

Oportunidade on-line – Pensando a respeito do tema, surgiu uma pergunta que pode ser uma boa ideai para quem tem algum tempo, disposição para programar e empreender: por que não um site capaz de comparar preços, aos moldes do Buscapé; permitir usuários comprar itens em lojas separadas, a partir do preço, e quebrar as pernas destes enrolões da listinha?

Se um dia este site vier ao ar, avise-nos para agradecermos aos criadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *