Inventar uma promoção para celular

Então você começa a navegar em busca de arquivos “pouco legais” em sites como Rapidshare ou Megaupload. De repente, é surpreendido por uma promoção tentadora: “você tem cinco minutos para participar de um teste e concorrer a um ipad!”. Segue uma infame sequência de três depoimentos, com alguns cururus exibindo seus prêmios, tentando convencê-lo de que “é moleza ganhar um ipad na web”. Surge o endereço “weeklyprizewinner.com-net.info”. O cronômetro persuade você: “primeira pergunta, quem é o inventor da Apple? Steve Jobs ou alguém aí?”. O primeiro clique é óbvio.

O segundo, nem tanto assim: “Agora digite seu telefone celular, rápido!”. Aí descobrimos a jogadinha. Se você tentar sair, um JavaScript tenta convencê-lo: “Espere! Quer mesmo sair? Vai perder o ipad, hein?”. Nessa pressão, mal dá pra ver um “disclaimer”, em cinza claro (quase sem contraste com o fundo branco) com os dizeres: “nós não somos afiliados ao site que exibe este anúncio, muito menos à Apple. Pode ser exigida sua participação no FunClub para reivindicar seu prêmio… Esta página recebe compensação por cliques ou compras de produtos apresentados neste site”. Resumindo: quem botou o celular no quadrinho começa a pagar, automaticamente, R$ 4,99 pra fazer parte do FunClub Brasil.

E isso é legal? Boa parte destes serviços que oferecem entretenimento por celular – download de jogos, ringtones, músicas e afins – prometem conteúdos sensacionais e interações via SMS, tentando manter o interesse de seu usuário cadastrado. Se você quiser incrementar seu aparelho com esse tipo de conteúdo, quer dizer, caso ache realmente interessante e não veja problemas em pagar uns cinco reais por semana (R$ 20 num mês) para manter essa relação, siga em frente.

Mas isso é legal mesmo? Bem, tenho certeza de que a maioria dos usuários fisgados no anúncio enviam o número, esquecem da brincadeira e, sem baixar um único negocinho, é surpreendido sete dias depois com um SMS “você renovou mais uma semana de FunClub por R$ 4,99!”. Então o usuário fica enfurecido, pois não lembra de ter entrado em clube algum, reclamando (com alguma razão) com a operadora – que pode não ter relação alguma com as empresas, mas devia ter alguma responsabilidade em permitir parceiros que utilizam artimanhas pouco claras.

Nisso, a empresa que mantém o FunClub faturou mais alguns trocos de quem sequer foi atrás de seus conteúdos… Se ninguém fizer nada, é o tipo de abordagem que só tende a aumentar. Ah, sim: para sair do FunClub e deixar de pagar, mande uma mensagem de texto para o número 49525 com a palavra PARAR ou SAIR. Deve vir uma mensagem de confirmação como resposta.

10 thoughts on “Inventar uma promoção para celular

  1. Fiz isso tudo, ainda bem que não tinha crédito, digitei sair e me mandaram a confimarção. espero que tenha mesmo saído. obrigada pelas informações.

    1. Realmente, apesar das “letras miúdas da propaganda” informarem isso, há sim um pouco de má fé ao imaginar que todos os usuários deveriam se informar antes de enviar mensagens por impulso. Abraços, Vivi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *