Abrir uma casa de Kebab

São Paulo é a meca dos restaurantes. E quem espera criar uma novidade bombástica para competir nesta selva costuma agir com criatividade: churrasco, temaki, pizza e petiscos de boteco convivem com “espaços gourmet”, ideias requintadas – e que costumam ser caras e sem graça. Mas não precisa ser assim.

Em Berlim, Alemanha, um primo distante do nosso bom e velho churrasquinho grego com suco de laranja faz sucesso. É o kebab, forte influência da imigração turca: deliciosa carne de cordeiro desfiada junto com outros recheios saborosos num pão pita. Dá para contar nos dedos as kebaberias da capital paulista, nenhuma popular. Será que pegaria?

Em Porto Alegre… A terra do famoso X-Coração de Frango conheceu recentemente uma kombi, a Sim Sala Bim, que vende o acepipe em regiões estratégicas da cidade e, durante os meses de verão, nas cidades do litoral – exatamente onde os porto-alegrenses costumam ficar. Em dias de grande movimento, vendem 200 lanches em 12 horas!

O que preciso? Talvez a kombi seja desnecessária (ainda que ela represente um charme!), mas como em qualquer empreendimento envolvendo comida, a escolha dos produtos é a parte mais sensível. A carne tem que ser muito boa e fresquinha. O mesmo com o fino e leve pão pita e os outros ingredientes: tomate, cebola, pimentão…

Se você decidir abrir uma casa de kebab, não deixe de me convidar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *